24 de mai de 2012



E quando a vida te pega de surpresa, te paralisa, te trava, e você fica sem saber o que fazer?
Você para com tudo, perde as forças, deixa de lado seus sonhos, seus projetos, e vai seguindo no dia-a-dia, esperando que de alguma forma isso tudo se resolva.
E você vai levando, vai protelando, arranjando desculpas e fazendo e conta que não está vendo, que vai aguentar e que tudo vai passar.
E de repente você constata que, se você não der o primeiro passo, se você não tomar uma atitude, independente do tamanho da consequência, isso nunca vai mudar.
Vai continuar doendo, incomodando, e ninguém a não ser você, poderá mudar isso tudo.
E pronto. Chega aquele dia que você acorda e fala: É hoje...
E você vai, e faz, e assume!
E pelo menos uma parte dessa dor vai embora.
E as consequencias?? Estão ai para ser vividas! Se não for assim, não vai!
Continua tudo travado, paralisado, e sem forças para seguir.
Dentro de mim, tive que buscar a harmonia entre a razão e a emoção, e sei que dessa maneira, e sempre, colocando Deus na minha frente, onde quer que eu vá, tudo vai dar certo.
Pedras no caminho?? Elas irão existir, mas serão com elas que erguerei meu castelo!

E para ilustrar um pouco essa história, hoje cedo, mesmo sendo da religião Cristã, eu ouço todas as manhãs as mensagens de fé do Padre Abério Christe, que nos fortalecem e enchem de graça.

Beijos a todas vocês, que apesar da minha ausência, continuaram aqui, pertinho de mim, e sempre enviando e-mails carinhosos.

Artes da Luzinha, está voltando!
Com fé em Deus!!


Caminhada

Não se inicia uma caminhada sem os primeiros passos,
Não se faz um quilometro sem um milhar de metros rasos.
Uma jornada é a busca de um lugar bastante distante
E o caminhar exige que um pé esteja sempre adiante.

O cansaço e a fome inevitavelmente me alcançarão no caminho,
Mas a esperança de chegar não me deixará seguir sozinho.
As pedras farão parte e entrarão no meu sapato,
Mas nenhuma dificuldade impedirá o sucesso desse meu ato.

Talvez um acidente me force a fazer uma parada,
Talvez um ladrão me queira roubar na estrada.
Talvez acabe logo todo o meu suprimento
E eu tenha que atrasar todo o meu movimento.

Sou caminhante a trilhar a rota de uma nova vida,
Sou peregrino que sonha com a terra prometida
Não renunciarei ao sonho de atravessar o deserto,
Pois eu sei que onde há problemas, a solução também está por perto.

Por isso sigo cantando e acreditando: Deus está comigo!
Se é a andança deveras longa e não encontro abrigo,
Junto a fé que tenho, faço uma cabana para nela dormir.
Então, mais uma vez, recebo do alto a força que me faz prosseguir.

Aut.: Aberio Christe



Um comentário:

Maria Amélia disse...

Oi Lu viva um dia por dia, que tudo dara certo, amem.....



Maria Amelia.